//
you're reading...
Uncategorized

“À Margem do Xingu” premiado pelo Júri Popular no Festival de Paulínia

A equipe do documentário “À Margem do Xingu- vozes não consideradas”, juntamente com os personagens -Juma, Toinha, Lucimar e Luciano-, subiu ao palco para receber o prêmio de Melhor Documentário segundo o Júri Popular na última quinta feira, 14 de julho, na Cerimônia de Premiação do 2011 Festival de Paulínia.

A alegria foi geral. O diretor agradeceu toda a equipe (do Brasil e da Espanha!) e a estrutura do Festival, e lembrou também do diretor de fotografia, Bruno Assis, que faleceu no início do ano.

Rafael Salazar, produtor do “À Margem do Xingu- vozes não consideradas” falou do orgulho de ser “filho de Paulínia” e de poder viver de cinema. Agradeceu especialmente a equipe local: Cristal Estúdios (na figura de Paulo Evans) e Gustavo Ruiz pela trilha sonora e a Base Filmes, pela finalização.

Foi um momento de muita felicidade. Ver o resultado de dois anos de trabalho é como ver a criança nascendo!

O público foi muito receptivo e o prêmio confirmou a força que o documentário tem em tocar as pessoas, além de servir como instrumento de conscientização e informação.

Os convidados que vieram do Xingu estavam tão emocionados que nem sabiam descrever o que sentiam. Mas a certeza que ficou é que documentário foi acolhido e está pronto para sair rodando por aí !!!

Viva o Xingu !! Que as vozes (antes) não consideradas ressoam fortemente pelo mundo afora!!

Discussion

No comments yet.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: